O Jovem Cinquentão!

Porsche 911 Carrera S

     Quando criança você deve ter sofrido algumas influências familiares ao escolher, por exemplo, o time do coração. Como torcer para o Palmeiras se seus pais são corinthianos “roxos”? Não, não dá para imaginar! 

 img_6365

   Sempre que me deparava com “porcheiros” defendendo o brasão, imediatamente, pensava: ‘mais um fanático influenciado pelo pai ou pelo irmão, que comprava revistas automotivas com pôster do Nine Eleven para colocar na parede do quarto, onde, normalmente, seria o espaço destinado para o pôster da última playboy!’.

img_6247

     E nunca contei para o meu espelho essa opinião. Não conseguia entender por que quase todos os meus amigos com 50 anos desejavam um Porsche 911! Já pilotei um 911 Turbo S conversível por mais de 700 km na Califa… e ele é perfeito, mas e daí? O que atrai uma legião de fãs no mundo inteiro? Ser perfeito não sustenta, dá sono!

img_6338

    Eis que encontro o Porche 911 Carrera S conversível para a próxima aventura. Uma road trip de Miami até Key West, passando por Overseas, admirando suas mais de 40 pontes e com um visual de parar a batida do coração.

Quer assistir ao vídeo do Porsche 911 Carrera S?  Clique Aqui!

    Algo novo aconteceu quando olhei para o 911 Azul de Miami: apaixonei-me como uma adolescente pelo primeiro namorado… como um carro que conheço há tanto tempo poderia ser tão lindo mudando apenas a cor? Era a única coisa que vinha a minha cabeça! Naquele momento não estava pensando nos 420 cv com mais de 50 kgfm de torque e no seu 0 a 100 em 3,9 segundos. Apenas pensava que ele era meu! Só meu por cinco dias! E com a mesma intensidade da alegria de tê-lo, veio uma súbita vontade de fugir com ele para sempre…. eu e ele… já sofria sabendo que não estaríamos para sempre juntos…

img_6436

    Depois da paixão, o conteúdo é o que mantém o interesse, certo? Então, vamos lá! Se você é alto e magro, fique tranquilo, o banco e o volante têm ajustes suficientes. Caso seja baixo e não tão fitness, não se preocupe, a Porsche pensou na sua necessidade. Qualquer um sentirá vestindo o carro como uma segunda pele, como aquela roupa perfeita, feita pelo melhor alfaiate da sua cidade.

img_0450

    A charmosa chave do lado esquerdo, de um tempo romântico do automobilismo. O design tantas vezes alterado mantém a curva sexy da traseira. O cofre do motor praticamente escondido dá um ar misterioso e, claro, a tração traseira! Aos olhos dos puristas é o melhor aspecto do carro, mas, para mim, sempre foi um desequilíbrio. É obvio que estamos falando dos modelos antigos. Década de 1970! Hoje em dia, o Porsche tração traseira tem tanto ou mais equilíbrio que muitos carros com tração integral. E caso queira comprar um Carrera S 4, a tração integral já está disponível. Falo isso com a certeza de quem conseguiu pilotar o Miami Blue em Homestead (no meio do caminho para Key West). Foram cinco voltas com o esportivo no autódromo. Quanto mais motor eu dava, mais o carro contornava! A estrutura rígida, com materiais de altíssima resistência (típica de um carro de corrida), a direção direta, o câmbio PDK e a força do 3.0l biturbo trabalhando em aproximadamente 6.500 RPM, mostraram que sono é minha avó que tem sentada na poltrona assistindo à novela!  

img_0451

    Saí de lá com o melhor tempo da categoria, andando atrás apenas dos protótipos. Ah! já ia esquecendo… chorei! Chorei feito criança! Nós dois estávamos completos! O mundo poderia parar naquele momento. E se eu morresse assim, a vida teria valido a pena! O brasão ficou para sempre gravado na minha alma!

img_0371-2

    Já tenho fios brancos na cabeça, talvez um pouco longe dos 50 anos, mas agora entendo os meus amigos cinquentões! Ser “porcheiro” não se explica, se sente!

Quer assistir ao vídeo do Porsche 911 Carrera S?  Clique Aqui!

Acompanhe

Publicidade